Tags

, ,

O dia 16 de junho é a prova do poder da literatura sobre a sociedade – ao menos uma parcela dela. A data é, nada menos, que o dia em que Leopold Bloom tenta chegar ao velório de um amigo e acaba, sem querer, (re)vendo sua própria vida e como toda o mecanismo mesquinho da humanidade funcionam. Bloom todos os anos deixa Ulysses, lançado por James Joyce em 1922, e ganha os “pubs” ao redor do mundo, como fonte ininterrupta de interpretações e compreensões.

Inspiradas pela épica Odisseia, de Homero, Bloom percorre as ruas de Dublin e encontra amigos, faz inimigos e reflete sobre uma possível traição de sua mulher, Molly. Entretanto, para explicar aos não-joyceanos, Ulysses brinca com a narração, colocando em um mesmo livro diversos narradores, sem contar os gêneros literários que se misturam em profusão e concebem um dos maiores marcos da literatura mundial. Parabéns a todos nós em mais esse Bloomsday.

Anúncios