Tags

, , , ,

O semanário britânico New Musical Express (NME) realizou mais uma de suas tantas listas. Desta vez, foram as escolhidas as melhores músicas do Britpop “de todos os tempos”. Como era de se esperar, a disputa ficou polarizada em dois grupos: Oasis e Blur, que disputaram nos anos 90 palmo a palmo o primeiro lugar nas paradas.

Vamos logo ao primeiro lugar: “Live forever”, do disco de estreia dos irmãos Gallagher, Definitely maybe, de 1994. Se não bastasse, o Oasis ficou com os três primeiro lugares, com “Don’t look back in anger”, do clássico (What’s the story) Morning glory?, de 1995, e “Supersonic”, do primeiro álbum. Que os garotos de Manchester são superiores, não há duvidas, porém, algumas bandas deveria ter maior reconhecimento – o que não é o caso do grupo de Damon Alburn.

Coadjuvantes

Ver bandas magníficas como Suede e Pulp como coadjuvantes chega a ser um sacrilégio, já que “Animal nitrate”, Suede (1993), e “Common people”, do Different class (1995), se transformaram em verdadeiros hinos de uma época. A questão é: por que os irmãos Gallagher conseguiram abocanhar tanto do mercado e do público?

A resposta é simples: eles sabiam o queriam. Desde o início, eles sempre deixaram claro onde queriam chegar e o que estavam dispostos a fazer para conseguir isso. Enquanto doas as outras bandas eram inconstantes de alguma forma – seja pela qualidade, formação ou pretensões -, o Oasis soube driblar todas essas atribulação até o momento derradeiro em 2009 quando Noel “largou os bets”.

Anúncios