Tags

, , ,

bowie

Por mais clichê que seja, o Especial de fim de semana terá como personagem David Bowie, afinal, chegou o dia tão esperados pelos fãs do camaleão. The Next day, que será lançado em uma semana, finalmente, pode ser ouvido por todos.

Ontem (28), o cantor havia anunciado em sua página oficial que os fãs teriam, em breve, uma grata surpresa. E não era balela, hoje – pela manhã – usuários do iTunes já podiam ouvir em primeira mão o álbum – que é o primeiro de inéditas lançado desde Reality, em 2003.

Depois de muitas resenhas oficiais, NME, Guardian, HotPress, seria natural que a ansiedade só aumentasse. A situação só ficou pior após o segundo single ser disponibilizado na ultima terça-feira (26). Polêmico e muito bem feito, o vídeo de The Stars (are out tonight) chamou tanta atenção quanto a música.

Vanguarda

The Next Day não veio apenas para quebrar o hiato, o disco funciona como uma espécie de catarse para Bowie, que deixa de lado o viés eletrônico que usou em seus últimos álbuns para voltar ao rock. Falando assim, até parece que o britânico vai na onda do que há de mais moderno no momento, mas é justamente o contrário.

Antes de existir o punk, Diamond dogs (1974) e Ziggy Stardust (1972) já pincelavam aos nuances que ajudariam a construir o gênero. Mesmo tendo começado com uma levada folk, como em David Bowie (1967) e Space Oddity (1969), em um momento em que o estilo iniciada a derrocada, ele soube redirecionar a carreira e lançou The Man who sold the world (1970), disco que já trazia alguns conceitos que o acompanhariam por toda a década. E, por falar em punk, Sid Vicius, do Sex Pistols, parece muito com o Bowie estampado na capa do relançamento de 1972 do clássico Space Oddity.

Com um tino para o futuro, Bowie parece ter previsto o nascimento da new wave com os discos Scary Monsters (and Super Creeps) (1980) e Let’s dance (1983). Por isso, não é assombroso ao ouvir o novo álbum e perceber a sintonia com o contemporâneo na faixa título do novo álbum e Dirty boys, por exemplo.

Confira o que já saiu sobre David Bowie e The Next day no Nada de meias palavras

Faixa a faixa: “The Next day”, o vigésimo quarto álbum de David Bowie

Tradução inédita de “The Stars (are out tonight)”, a música nova de David Bowie 

“The Stars (are out tonight)”: um mergulho na mitologia egípcia

Capa de “The Next day” gera polêmica entre fãs de Bowie

A Ascensão, a queda e ascensão de David Bowie

Anúncios